Everson Barbosa

Um jovem com propósitos

Archive for the ‘igreja’ Category

A igreja e os forcados

with 2 comments

A motivação para entrar em uma arena e correr de um touro pode ser discutível. Mas dê uma olhada nesse vídeo.

Encontrei ele no blog do Jorge, e a analogia que ele fez do corpo de Cristo (a Igreja) me levou a dar uma pesquisada sobre os Forcados, que pelo que entendi, é um outro tipo de categoria das touradas.

De acordo com a Wikipédia:

“Todos os anos dezenas de jovens procuram experimentar a aventura de pegar um toiro, por intermédio dos amigos ou familiares surgem nos treinos cheios de vontade de mostrar a sua valentia, têm um sonho, ser forcado.

É nos treinos e nas ferras que se começa a conhecer o potencial do futuro forcado. A destreza, a garra e o jeito surgem em bruto prontos para serem moldados pega após pega, aconselhar e corrigir é o papel do cabo perante os novos elementos.

A maneira como se inter relacionam é também um factor muito importante, para o Grupo ter êxito em praça, o colectivo tem de ser forte e o novo elemento tem de conhecer a filosofia do forcado para perante a adversidade conseguir reagir com confiança em si próprio e no Grupo.

Além dos treinos e das ferras, a formação dos novos forcados passa por grupos de escalões inferiores (juvenil, infantil e benjamim), onde o convívio, o lazer e a boa disposição são os factores importantes, mas sempre com o incentivo de os preparar para a nova actividade do Forcado Amador.”

Forcado

Essa relação grupo/corpo precisa estar firmada em nós, pois esse é o conceito de Cristianismo. Jesus deixou bem claro dizendo que o maior mandamento é o amor, seríamos conhecidos pelo amor e se amarmos ao próximo amamos a Deus. Falei no podcast anterior sobre isso, e volto a dizer: precisamos um do outro.

As feridas da igreja são grandes, mas não é na crítica abusiva e tantas vezes sem apontar soluções que elas irão cicatrizar. Mas na relação de convívio sincero e respeitável entre denominações que pregam o verdadeiro Evangelho, e na compaixão para com aqueles que estão distante da Verdade e da Vida poderemos ver o corpo (a igreja) mais saudável, ainda que não perfeito.

Written by eversonbarbosa

janeiro 29, 2009 at 12:32 pm

Publicado em igreja, teologia

Tagged with , , ,

É meio cedo, mas já da pra ir pensando sobre o Natal

with one comment

Eu gosto do Natal. E apesar de concordar com todo o discurso que é feito que é uma data capitalista, onde só se vê shoppings lotados e pessoas frenéticas correndo para comprar algum presente pelo menos é uma boa data para discutir justamente sobre isso.

Como cristão, também é uma data perfeita para refletir de quão grande e surpreendente é o plano de Deus para a humanidade e mesmo sabendo que Jesus não nasceu exatamente no dia 25 de dezembro e que isso é uma mera convenção humana eu não to nem aí para esse tipo de discussão, mas sim para o sentido que o Natal pode proporcionar.

Ano passado preguei na igreja sobre o presente de Deus para nós, esse presente que pode ser maior do que qualquer coisa fútil que venhamos receber pois ele nasceu para ser eterno (apesar de que muitas vezes nos comportamos como crianças mimadas que pegam e largam Jesus de acordo com nossa conveniência) e compartilhado com os outros.

Como sei, por trabalhar na área, que as lojas já estão preparando material publicitário desde agora no começo de novembro pensei que da mesma forma já posso falar do Natal, mas de uma forma diferente mostrando as déias criativas (geralmenta das igrejas de fora do Brasil), alguns bons CDs e discussões interessantes na blogosfera, então fiquem ligados aqui no blog que vou estar falando sobre coisas interessantes que for encontrando.

E não esqueça, torne o sentido do Natal real para você e seu próximo.

=

Alguns posts que escrevi ano passado sobre o Natal:

Um mês para o Natal

O que escutar nesse Natal (1)

O que escutar nesse Natal (2)

O melhor presente não está em caixas (Mensagem)

Written by eversonbarbosa

novembro 11, 2008 at 11:38 am

Publicado em cultura, igreja, natal

Tagged with , , ,

Chega de clones em nosso meio

with 5 comments

Dando uma limpa nos favoritos do GoogleReader, me deparei novamente com um texto que expressa tudo aquilo que sinto quando vejo pessoas querendo ter o ministério do cantor/pregador x, ter a unção de tal missionário, cantar quenem aquela cantora de voz fina, eteceteras…

Não existe nenhum problema em admirar alguém, Paulo em I Co 11:1 até desafia os cristãos a serem seus imitadores, mas os desafia a viver a vida que ele vive para e pelo evangelho.

Deus não nos em série, ele fez cada um de nós com um propósito, de acordo com Sua multiforme sabedoria (Ef 3:10).

O texto abaixo é uma opinião que compartilho, sinta-se livre para concordar ou discordar.

Rei ou Missionário?

6 anos atrás eu estava em minas. Participei de um evento de adoração na lagoinha (vergonha?), tinha o David and Noel Quinlan, Judson de Oliveira e Ricardo Robortella. Quando o Noel Quinlan pregou eu realmente me senti um idiota, porque naquele momento eu realmente fui somente pra ver o David/Judson/Ricardo, o pai do David falou exatamente isso: Você não precisa que ninguém toque em você, você precisa do toque de Deus, apenas isso, se você veio aqui para ver meu filho, ou sentir a presença de Deus por eles, você veio pelo motivo errado.

Eu não tinha conhecido cara mais louco do que o Judson, o cara era pirado, cantava muito mal, não estava nem ae, fazia umas paradas loucas, ria no meio da pregação, enfim. Eu via aquele doido pregar e eu ficava só pedindo isso pra Deus: Deus eu quero ser que nem esse pessoal. (se você conhece o Judson você sabe que ele é louco)

Passou muito tempo e eu posso dizer com absoluta certeza uma coisa, ainda bem que Deus não me ouviu.

Eu não gostaria de ser nem ao menos parecido com o David/Juson/Ricardo, eles são realmente servos de Deus, mas eu não quero me parecer com eles, quero ser apenas eu, quero ter o que Deus quer de mim. Algumas pessoas e digo isso porque eu fui uma delas, acham que algumas pessoas têm um “mel espiritual” absurdo, e oram exatamente assim: Deus me deixa ficar igual a essa pessoa, Deus me de um ministério igual ao dessa pessoa. Nãoooooo. Deus não vai fazer isso com você, Ele te ama o suficiente para você não ser uma copia de ninguém. Existem milhares de pessoas quem vão nesses congressos achando que Deus só está com essas pessoas, e eu posso dizer que Nãoooooooooo bem alto Deus não só está com essas pessoas. Deus está com você se você desejar também fazer algo pra Ele. Algo que não seja uma copia, mas algo que envolva sua vida. Você não é uma copia. Você não precisa ser como pastor X, bispo W ou apostolo Y, Nãoooooooo, você é mais que isso.

O centro da vontade de Deus não é um lugar seguro. É o lugar mais perigoso do universo, para que querer essa segurança de imitar, ou pedir pra ser igual a qualquer pessoa? Vocês e eu somos constrangidos a pregar o evangelho, mesmo que nenhuma alma jamais seja convertida por ele; pois o grande propósito do evangelho é a glória de Deus, visto que Deus é glorificado mesmo naqueles que rejeitam o evangelho. Você entende isso? Quem está com o microfone na mão não é mais importante que você, eles só fizeram algo, ou compraram o microfone, ou ganharam o microfone, mas você pode fazer muito mais ou fazer BEM mais do que essas pessoas. Faça!!!!!! Nada é impossível.

Há pecado até na nossa santidade, há incredulidade na nossa fé; há ódio no nosso próprio amor; há lama da serpente na mais bela flor do nosso jardim. Essa frase pode te colocar no seu lugar, viva ela: Meu (minha) filho (a), se Deus te chamou para ser missionário, eu ficaria triste ao ver-te ser reduzido a um rei.

Jota Mossad

Written by eversonbarbosa

outubro 16, 2008 at 2:46 pm

Publicado em igreja, mensagens

A mediocridade vicia

with one comment

Nos minhas twittadas pela web, recebi o convide do Whaner de ler os primeiros capítulos do próximo livro da W4 Editora (cansei de linkar por hoje….),  “Viciados em Mediocridade” escrito por Frank Schaeffer.

Antes mesmo de ler o livro, tinha discutido com o grupo de jovens sobre a relevância da arte no meio cristã, então a prévia do livro veio muito a acrescentar no assunto que estamos desenvolvendo nesse mês. Além disso escrevo aqui como agradecimento e deixo a indicação para os ótimos livros da W4.

Achar que nossos talentos se resumem a cantar na igreja músicas que todos estão cantando, ou fazer parte de um ministério é desmerecer o caráter criativo de Deus em nossas vidas, Schaeffer deixa isso bem claro na introdução do livro dizendo: “Portanto, criatividade não se trata de um detalhe sem importância para a vida cristã. Ao contrário, é algo essencial. O problema é que grande parte da igreja tem esquecido o quanto essa parte de nossa vida é importante. Ao agir dessa maneira, tem se tornado pobre e limitada na apreciação de si
mesma, de seus semelhantes e do próprio Deus”

A questão da arte deve ser apreciada pelos cristãos e não demonizada como temos visto por aí, mas deve se lembrar que isso já foi bem pior, meu pai conta histórias absurdas de pessoas regrando coisas que para nós são comum hoje como escutar música, assistir TV ou ir ao cinema em nome de uma santidade de fachada, o autor chama isso de pontos cegos da igreja. Os tempos mudam, mas a questão ainda é muito pertinente, por isso encorajo as pessoas que lêem esse blog a usar seu talento de uma forma relevante em nossa sociedade, demonstrando o aspecto criativo de nossa existência.

Vou colocar alguns trechos doprimeiro capítulo Criatividade e Beleza , sintam-se a vontade a comentar, discordar ou apoiar..ou qualquer coisa do gênero:

“As artes, as iniciativas culturais, a apreciação da beleza da criação de Deus e da criatividade humnna, esses dons criativos têm sido relegados em nossos dias a um canto qualquer de nossa consciência cristã. São completamente desprezados por muitos e ainda rotulados de não-cristãos e nada espirituais. Essa
deficiência tem sido a causa de muitos sentimentos de culpa desnecessários e de muitos frutos amargos, nos fazendo perder contato com o mundo que Deus criou, com a cultura na qual vivemos, e nos tornando inúteis nesse ambiente cultura.”

“Se a partir deste mundo ao nosso redor podemos aprender algo acerca do caráter de Deus, certamente é que ele é criativo e multifacetado. O interesse divino em beleza e em detalhes é inquestionável quando se olha para o mundo que criou à nossa volta, e as próprias pessoas em particular, como resultado de suahabilidade.”

“Por que faço questão de enfatizar esse aspecto criativo e diversificado do nosso Deus? Simplesmente porque como cristãos tudo aquilo que somos e fazemos se baseia em nosso Pai Celestial. Nosso valor supremo deriva do significado com o qual ele nos revestiu como portadores de sua imagem.”

“Eu repito: a arte, a expressão humana criativa e a apreciação do belo não precisam de nenhuma justificativa. A justificativa suprema é que elas chegam a nós como gracioso e benéfico da parte de Deus.”

Written by eversonbarbosa

setembro 16, 2008 at 12:20 am

Chima com palavra – Uma mistura que dá certo

with 2 comments

A foto acima foi tirada no fim da ótima tarde que tivemos ontem. A idéia foiseguinte, juntar os jovens da igreja a irem para um local público de Lajeado, e lá mesmo fazer uma conversa descontraída sobre nossas muitas questões, uma boa mistura de chimarrão com palavra.

O papo da vez foi sobre a relevancia da palavra de Deus nos dias de hoje. Ou seja, até que ponto a palavra de Deus tem sido importante pra nossa geração?

Vou colocar em alguns pontos algumas coisas que foram discutidas e conversadas nessa tarde:

  • Temos que entender o que é a palavra de Deus para nós, e o que ela é para as outras pessoas que não tem entendimento do seu propósito.
  • A Bíblia não é um livro de auto-ajuda, não é um amontoado de regras, nem palavras escritas sem um propósito específico.
  • Ela é: expressão dos anseios dos homens de todas as gerações, uma bússola norteadora de nossas decisões, uma fonte de vida, uma revolução para aqueles que compreendem seu propósito.
  • Uma das primeiras questões foi entender porque a Bíblia é o livro mais vendido do mundo, mas tão pouco entendido. O legal que foi abordado fatos históricos (o Buiú que deu uma aula de história pra nós..), filosóficos e éticos do porque é tão dificil discernir o propósito  da Bíblia.
  • Conversamos muito também de como explicar a um jovem que a Bíblia é relevante. Claro, que a grande conclusão foi que a Bíblia deve ser vivida antes de ser pregada, como Paulo diz aos Coríntios, sendo cartas vivas. Também foi legal entender que temos que contextualizar a palavra para os dias de hoje, falar a linguagem da nossa geração, usar as ferramentas disponíveis e também aplicar no cotidiano, o que Jesus já fazia com suas simples, porém profundas parábolas.
  • Um dos momentos mais legais (sem contar a hora que apareceu o vendedor de algodão doce pra nós…) foi quando cada um argumentou se no futuro será mais fácil ou mais difícil pregar o evangelho. Ficou bastante divida as opiniões, e realmente é difícil prever algo assim, mas assim como vemos a igreja se modernizando o que para uns é um fator de crescimento, também vemos ela perder a essência de ser Igreja. Independente de ser difícil ou não, a conclusão que chegamos é que temos que ter nossos olhos fixos na palavra de Deus e não em pessoas, que podem nos inspirar, mas ainda assim são falhas, e só assim teremos uma geração que será capaz de marcar a história de uma geração.


“O conselho do Senhor dura para sempre; os desígnios do Seu coração, por todas as gerações”

(Sl 33:11).

“A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho.”

(Sl 119:105)

Seguir com fé

Acesse as fotos do grupo de jovens clicando aqui

Written by eversonbarbosa

agosto 17, 2008 at 8:13 pm

Adoração, comunhão, restauração, santificação e frutos…

with 5 comments

Você sabe o que é a COMMEQ?

Esse é o departamento da Igreja do Evangelho Quadrangular que tem o propósito de equipar a área de artes (música, teatro, dança e qualquer outra forma de expressão artistica) através de eventos especiais que cada coordenador regional ou líder de sua cidade possa promover com o objetivo de mais do que reunir “a galera do louvor da igreja” mas coscientizar que o foco da adoração só se encontra em Cristo.

Aqui em Lajeado a COMMEQ ocorre de 2 em 2 meses, tivemos apenas uma reunião, mas que já deu pra sentir um pouco daquilo que somos capazes de fazer quando deixamos divisões de lado e o Corpo de Cristo se une. O legal da Commeq é isso, pois reunimos pessoas de igrejas diferentes e inclusive “placas” diferentes para expressar adoração e devoção a Deus.

A última COMMEQ, foi justamente a primeira aqui em Lajeado, e por isso serviu como uma apresentação do departamento, e foi muito bom sentir os resultados nos meses que passaram, mostrando que essa não é apenas uma boa idéia para a igreja, mas sim algo que dá certo e gera resultados.

A COMMEQ tem cinco propósitos:

ADORAÇÃO: O propósito de nossa existência, a expressão máxima do nosso agradecimento a Deus pelo que Ele faz e pelo que Ele é. A adoração flui de dentro pra fora, é muito mais que música, é vivência.

COMUNHÃO: Não existe adoração sem comunhão. Unidade gera transformação, unidade gera avivamento, unidade gera revolução. A igreja precisa aprender a viver como Igreja e deixar os muros que nos separam de lado.

RESTAURAÇÃO: É como uma edificação, como construir algo e isso envolve não coisas grandiosas mas a nossa vida, se queremos ser reconhecido como adoradores em primeiro lugar precisamos nos deixar ser restaurados por Deus, dependendo da boa mão Dele na nossa vida.

SANTIDADE: Santidade não é uma máscara, uma forma de viver dentro da caixa chamada igreja, mas é aquilo que Deus de uma certa forma nos desafiou a sermos nesse mundo, integros de coração, sabendo renunciar aquilo que não agrada a Deus.

FRUTOS: Se o que fizermos não gerar frutos, de que adianta vivenciar momentos de louvor se isso não traz resultado pra nossa vida pessoal e para a vida das pessoas que nos rodeiam? Não podemos ser apenas árvores bonitas, que possam até dar sombra, mas não geram frutos.

Isso o que escrevi em cima foi um pouco do que passei para os jovens na última COMMEQ. Selecionei abaixo alguns vídeos da COMMEQ em Cachoeira do Sul, em Lajeado e alguns do Congresso da COMMEQ do ano passado!

E se você é de Lajeado ou região está convidádissimo para participar da COMMEQ da IEQ do bairro Santo André, qualquer dúvida mande um recado no orkut que eu respondo pra você!

=

Cachoeira do Sul – Com pulos de alegria (reaggae….detalhe que eu estou “cantando” auhauhauahu)

Cachoeira do Sul – Nova Criatura

Lajeado – Recebi um novo coração

Lajeado – Eu sou do meu amado

Lajeado – Marca da promessa

Congresso Commeq – Adhemar de Campos – O nome de Jesus

Written by eversonbarbosa

maio 29, 2008 at 12:01 am

Som celeste

leave a comment »

“Me sinto tão satisfeito que Deus preservou apenas as letras nos Salmos, e não a melodia ou ritmo de como os antigos cantavam eles. Se Ele tivesse feito isso qualquer pessoa poderia dizer: esse é o único jeito de cantar…o único ritmo/estilo divino.” Tim Howey

Written by eversonbarbosa

maio 21, 2008 at 12:35 am

Publicado em igreja, Música, salmos