Everson Barbosa

Um jovem com propósitos

Lições de uma farsa

with 18 comments

Quero deixar bem claro que o objetivo desse tópico não é emitir nenhum tipo de julgamento, mas tentar tirar lições de um recente fato envolvendo um líder de louvor e consequentemente referência para muitos jovens, e como líder de jovens me sinto a vontade para falar dessa situação.

Ontem foi noticiado que Michael Guglielmucci mentia sobre sua doença de câncer. Mas afinal quem é ele?

ELe era um dos líderes do Planet Shakers, um grande ministério australiano de jovens e compositor da música Healer (que falava do poder da cura). A música foi inspirada em sua suposta doença, e foi gravada pela Hillsong, onde ele participa “testemunhando” e cantando com um tubo de oxigênio. Eu inclusive falei sobre essa música em uma recente resenha que fiz do cd da Hillsong (acesse aqui), e ela se tornou uma canção de grande inspiração para quem busca conforto nas horas difíceis. Uma música tocante, mas escrita baseada em uma mentira.

A situação é delicadíssima, e escrevo esse post com uma certa tristeza, mas para quem sabe da influência que tem a Hillsong mundo a fora projetando o testemunho dele, é possível imaginar o estrago que essa história está fazendo (esse cd da Hillsong está em 4º lugar de venda no Itunes, junto com bandas seculares). Se você acessar o site da Hillsong verá que a música nem está mais incluída no CD (inclusive tem um comunicado sobre isso), ou seja, nas próximas remessas não virá com Healer.

É possível tirar lições de tudo isso? Alguns pensamentos que vieram na minha mente quando fiquei sabendo dessa história, se você concorda ou discorda, sinta-se livra para comentar abaixo.

  • A música deixa de ser abençoada devido a toda essa situação? Se fosse com um cantor famoso aqui no Brasil, nos deixariamos de cantar a canção que ele compôs? A história dele pode ser uma farsa, mas a canção não, por mais que ele tenha feito a composição, ela ainda é uma linda oração de dependência de Deus (Acredito, que Tu me curas, acredito que tudo és pra mim diz a letra), só que com tudo isso deu pra perceber o quanto é fácil confundir adoração com emoção.
  • Esteja sempre firme na palavra, ela e não alguém que nos sustenta. Digo isso, porque as pessoas falham, mas aquilo que está escrito permanece de geração em geração. Devemos no mínimo orar pelos jovens que foram enganados por esse testemunho para que não estejam com seus olhos fixos no homem, porque essa galera do louvor é vista muitas vezes como verdadeiros rockstars (sei que não é muito diferente por aqui também), e tudo isso torna muito fácil desviar-se do foco.
  • Isso já aconteceu antes, e acontecerá novamente. Isso tudo mancha e “queima o filme” dos cristãos, e a gente sabe o quanto a mídia gosta desse tipo de notícia, por isso é preciso estar sempre preparado para essa triste situação.
  • O que motivou ele a fazer toda essa farsa? Eu não tenho a mínima idéia, só não gostaria de estar na pele dele todo o dia que estivesse indo dormir e lembrasse que estava videndo uma máscara. E se realmente parar para pensar quantos estão por aí fazendo o mesmo? Isso aconteceu na Austrália, mas podia muito bem ter acontecido por aqui em nossas igrejas.

Nos resta orar, não acusar ou julgar, apenas pedir misericórdia de Deus pra entender o propósito disso, e ainda assim aprender lições. Vamos abrir os olhos!!

Anúncios

Written by eversonbarbosa

agosto 22, 2008 às 12:38 am

18 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Muito ruim!

    Daniel

    agosto 22, 2008 at 1:03 am

  2. E eu ainda estava sob o impacto da história do Todd Bentley: http://thecrequiem.blogspot.com/2008/08/sob-o-mesmo-cu.html

    Daniel

    agosto 22, 2008 at 1:05 am

  3. [Ricardo Oliveira – Diversitá]:

    cara, é bem possível que qualquer hora dessas isso vaze pra grande imprensa. e quando vazar só vai nos restar fazer aquilo que a palavra nos indica: lamentar, chorar e nos arrepender dos caminhos que a igreja tem traçado.

    já sobre sua pergunta se a música deixa de ser abençoada… olha, não sei, mas que eu me senti PESSIMO tentando ouvi-la hj à tarde, eu senti. Não consegui nem passar de 2 mins do tempo da música. Eu acho que uma coisa é vc ter sérios problemas com pecado e escrever uma música sobre graça. Se teu pecado é exposto, a música não perde sentido pq ela pode expressar seu desejo, seu anseio por mudança. Mas daí o cara escrever uma canção falando sobre o poder de Deus para curá-lo, tendo forjado uma doença terminal chegando ao ponto de usar tubos de respiração na gravação de um DVD…isso passa bastante da noção de bom senso, honestidade, verdade. Eu nunca gostei do Planet Shakers por isso não tenho nem base pra analisar qualquer coisa do ministério ou das músicas da banda. Mas que eu fiquei bem mal com essa história, fiquei.

    abraço’s e fica na paz: vc é luz nessa geração.

    moderador

    agosto 22, 2008 at 3:37 am

  4. [Ricardo Oliveira – Diversitá]:

    by the way, precisa ficar claro que o que eu afirmei sobre “passar bastante da noção…” não anula meu sincero desejo de ver esse cara restaurado e sendo perdoado por sua igreja, família, etc & tal.

    moderador

    agosto 22, 2008 at 3:39 am

  5. “só que com tudo isso deu pra perceber o quanto é fácil confundir adoração com emoção.”

    Concordo! Se a música mudou para vc, vc se emocionava com ela, não adorava com ela.

    Confesso que fiquei muito triste com tudo isso, espero que a família do Mike e o próprio Mike se recuperem logo, e a hillsong não seja prejudicada, eu admiro tanto tanto tanto eles…

    Guilherme, 16 anos

    agosto 22, 2008 at 6:23 pm

  6. Mto bom teu post Everson, sinceramente. Dentre os sei lá qtos posts que lí, relacionados sobre o assunto, esse sem dúvida foi o ” + maduro”.

    Faço das suas palavras as suas. No momento nem uma virgula a acrescentar.

    Mas é isso. Grande abraço brother, que Deus continue derramando uma porção especial sobre tua vida, porção de sabedoria em especial.
    Notasse que verdadeiros lideres possuem um dom em especial, o dom da mansidão.

    Fica com Jesus, grande abraço!
    André Lopes

    André lopes

    agosto 23, 2008 at 1:18 am

  7. Retificando: Faço das suas palavras, “as minhas”….
    Abraço…

    André lopes

    agosto 23, 2008 at 1:20 am

  8. Cara vc tá falando sério? Era tudo mentira?!
    E eu preguei num culto de quinta feira e falei de toda a história e passei parte do filme na igreja!
    Sinceramente, não acredito… Como ele fez isso? Quanta coragem!
    A música é linda, é uma adoração ao Senhor… E não acredito que a música perdeu o sentido por isso!
    Tudo isso nos mostra como tudo está banalizado… Até o poder curador de Deus…
    Na verdade Michael Guglielmucci demonstra que ele está precisando ser curado é do câncer da mentira!
    Fico triste pois apenas o Reino de Deus sofre…
    Que Deus perdoe o Michael G. e restaure seu ministério (que sinceramente perdeu muito com tudo isso)
    E que Deus abra os nossos olhos e proteja a sua igreja!
    Abraço

    Micheli Cristini

    agosto 23, 2008 at 8:29 pm

  9. É lamentável, mas Deus sabe e controla tudo, nada passa despercebido diante seus olhos.

    Um abraço fraternal!!!

    cursos de teologia

    agosto 26, 2008 at 1:44 am

  10. […] tem um comunicado sobre isso), ou seja, nas próximas remessas não virá com Healer.” Everson Barbosa “Eu não sei como alguém pode fingir vomitar sobre si mesmo noite após noite, eu não sou um […]

  11. […] Everson Barbosa Um jovem com propósitos « Lições de uma farsa […]

  12. […] que talvez esse assunto já esteja se esgotando, já que vários blogs e sites aqui mesmo no Brasil deram a notícia, mas queria tentar dar uma opinião sobre o […]

  13. Quando a igreja Australiana orou pela cura de Mike,sua oração foi respondida,pois esse ministro estava realmente doente,tomado pelo câncer do engano.Nosso Deus é verdadeiramente o Deus que sara,o GRANDE CURADOR!

    Priscila

    dezembro 14, 2008 at 3:28 pm

  14. Como foi dito, a musica foi feita baseada numa farsa… a musica pode ser emocionante, bonita… mais com certeza nao é do Senhor.. eu concordo q a musica seja boa , bonita…. mas sinceramente.. q absurdo esse cara.. … … …. -.-

    André

    março 18, 2009 at 6:31 pm

  15. Imaginem só se algo assim acontece em um ministério brasileiro? Diante do Trono, Zona Sul, etc… Deus não tolerou o maestro de Seu coral e expulsou Lúcifer. Deus não ouve música, Ele não quer músicos. Deus quer adoradores. Hoje as pessoas não sabem mais adorar. Como disse o irmão Lázaro: “Acabe o show, restaure o louvor”. Estão invertendo os valores na Casa de Deus. As pessoas tem dado valor a barulho, canto de vitória, salto de alegria, mas AINDA EXISTE UMA CRUZ para nós carregarmos.

    caio márcio

    março 26, 2009 at 12:04 pm

  16. Realmente uma grande decepção, porém aquele que crê na letra dessa canção verdadeiramente será curado em nome de Jesus, pois a letra tem base bíblica. A sua fé te salvou irmão. Uma linda canção.

    Thiago Mamedio

    janeiro 13, 2013 at 4:42 pm

  17. de repente ele estava realmente clamando por cura… não sobre o câncer mas sobre a fraqueza que o “dominava”. O Deus que cura o físico, cura também a alma, livra das prisões do pecado, das fraquezas e de qualquer outra coisa que distancia o ser humano do centro da vontade de Deus. É muito triste o que aconteceu e ainda me “surpreende” mesmo depois de tanto tempo… desejo que ele tenha alcançado a cura.

    Polyana

    março 6, 2014 at 2:33 pm

  18. e.. parabéns pelo texto!! 🙂

    realmente linha tênue entre emoção e adoração.

    Polyana

    março 6, 2014 at 2:42 pm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: