Everson Barbosa

Um jovem com propósitos

Chega de clones em nosso meio

with 5 comments

Dando uma limpa nos favoritos do GoogleReader, me deparei novamente com um texto que expressa tudo aquilo que sinto quando vejo pessoas querendo ter o ministério do cantor/pregador x, ter a unção de tal missionário, cantar quenem aquela cantora de voz fina, eteceteras…

Não existe nenhum problema em admirar alguém, Paulo em I Co 11:1 até desafia os cristãos a serem seus imitadores, mas os desafia a viver a vida que ele vive para e pelo evangelho.

Deus não nos em série, ele fez cada um de nós com um propósito, de acordo com Sua multiforme sabedoria (Ef 3:10).

O texto abaixo é uma opinião que compartilho, sinta-se livre para concordar ou discordar.

Rei ou Missionário?

6 anos atrás eu estava em minas. Participei de um evento de adoração na lagoinha (vergonha?), tinha o David and Noel Quinlan, Judson de Oliveira e Ricardo Robortella. Quando o Noel Quinlan pregou eu realmente me senti um idiota, porque naquele momento eu realmente fui somente pra ver o David/Judson/Ricardo, o pai do David falou exatamente isso: Você não precisa que ninguém toque em você, você precisa do toque de Deus, apenas isso, se você veio aqui para ver meu filho, ou sentir a presença de Deus por eles, você veio pelo motivo errado.

Eu não tinha conhecido cara mais louco do que o Judson, o cara era pirado, cantava muito mal, não estava nem ae, fazia umas paradas loucas, ria no meio da pregação, enfim. Eu via aquele doido pregar e eu ficava só pedindo isso pra Deus: Deus eu quero ser que nem esse pessoal. (se você conhece o Judson você sabe que ele é louco)

Passou muito tempo e eu posso dizer com absoluta certeza uma coisa, ainda bem que Deus não me ouviu.

Eu não gostaria de ser nem ao menos parecido com o David/Juson/Ricardo, eles são realmente servos de Deus, mas eu não quero me parecer com eles, quero ser apenas eu, quero ter o que Deus quer de mim. Algumas pessoas e digo isso porque eu fui uma delas, acham que algumas pessoas têm um “mel espiritual” absurdo, e oram exatamente assim: Deus me deixa ficar igual a essa pessoa, Deus me de um ministério igual ao dessa pessoa. Nãoooooo. Deus não vai fazer isso com você, Ele te ama o suficiente para você não ser uma copia de ninguém. Existem milhares de pessoas quem vão nesses congressos achando que Deus só está com essas pessoas, e eu posso dizer que Nãoooooooooo bem alto Deus não só está com essas pessoas. Deus está com você se você desejar também fazer algo pra Ele. Algo que não seja uma copia, mas algo que envolva sua vida. Você não é uma copia. Você não precisa ser como pastor X, bispo W ou apostolo Y, Nãoooooooo, você é mais que isso.

O centro da vontade de Deus não é um lugar seguro. É o lugar mais perigoso do universo, para que querer essa segurança de imitar, ou pedir pra ser igual a qualquer pessoa? Vocês e eu somos constrangidos a pregar o evangelho, mesmo que nenhuma alma jamais seja convertida por ele; pois o grande propósito do evangelho é a glória de Deus, visto que Deus é glorificado mesmo naqueles que rejeitam o evangelho. Você entende isso? Quem está com o microfone na mão não é mais importante que você, eles só fizeram algo, ou compraram o microfone, ou ganharam o microfone, mas você pode fazer muito mais ou fazer BEM mais do que essas pessoas. Faça!!!!!! Nada é impossível.

Há pecado até na nossa santidade, há incredulidade na nossa fé; há ódio no nosso próprio amor; há lama da serpente na mais bela flor do nosso jardim. Essa frase pode te colocar no seu lugar, viva ela: Meu (minha) filho (a), se Deus te chamou para ser missionário, eu ficaria triste ao ver-te ser reduzido a um rei.

Jota Mossad

Anúncios

Written by eversonbarbosa

outubro 16, 2008 às 2:46 pm

Publicado em igreja, mensagens

5 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Muito boa esta mensagem, compartilho desta opnião… Abração!

    Victor Almeida

    outubro 17, 2008 at 1:14 am

  2. Eu ja caí nessa armadilha tempos atrás…. queria ser como Estevam Hernandes, pregar como ele, como o Collin entre outros…. hoje apesar de nao me achar bom falando em publico, quero ser apenas o bom e velho ” zek “.

    E sendo sincero não quero mais ” impactar minha geração”, ser um bom amigo, um bom vizinho e um funcionario que nao cause problemas ja ta bom, o fardo assim é mais leve!!

    Gosto muito do teu blog , leio sempre!!

    zek

    outubro 17, 2008 at 3:25 pm

  3. to só no teu bico nem vi vc ir fazer uma visita no meu blog e nem me colocou nos teus favoritos hahahahaha bá que bençao esta mensagems por mais bobo fraco incapacitado idiota pecador ao contrario do zek eu quero sim inpactar minha geraçao mas não com minhas qualidades mas com as qualidade de pai zeloso de pai amoroso de homem santo que é meu jesus e se o fardo for pesado por issso to nem ai ……….

    andré

    outubro 18, 2008 at 9:47 pm

  4. Uauuuuuuuu….

    Muito show isso q você colocou, é uma graaaande realidade mesmo!!!
    Aí fica a pergunta pra quem deseja ser como esses grandes ícones:
    Aquele que deseja ser como eles está disposto a pagar o mesmo preço que eles pagaram???
    A SALVAÇÃO é de graça, mas, a UNÇÃO tem um preço a ser pago, exige comprometimento e muitas coisas mais que, as vezes nós não nos dispomos a
    fazer… Imagina que maravilhoso, o cara vai lá paga um baita preço pela unção (como já ouvi do Pr. Cirilo que passava o dia todo orando num monte), e chega um Nahim da vida cheio de empolgação querendo ter a mesma unção do cara, opa peraí, acho que
    tem coisa errada né… eheheheheh…
    Vamos pagar o preço, pra também sermos usados pelo nosso SENHOR quando Ele quizer ! ! !

    Deus te abençoe, você é muito especial !!!

    Nahim Viccari

    outubro 20, 2008 at 12:28 pm

  5. Como eu queria, o post está sendo comentado de forma interessante…

    Sobre o que o zek falou e o andré logo depois comentou, eu nunca tinha parado para pensar o que significa impactar essa geração…claro que já ouvi muito essa frase, mas não parando pra pensar o que isso pode significar pra nós.

    Isso me deu uma idéia para um post, mas já deixo de cara que pra mim impactar significa surpreender. E hoje tem sido muito difícil surpreender, devido a inumeros fatores. Se parar pra pensar com o que as pessoas se surpreendem vamos ver que muitas vezes é por causas ruins, e será que temos levado o evangelho como uma forma de impacto? isso fica pra outro post…

    E concordo com o Nahim, que esses caras que a gente admira eles realmente tiveram que realizar algo para conseguir isso (se essas pessoas erram ao longo do caminho é outra historia), a grande maioria das vezes envolve renúncia de algo, mas mais importante do que ser alguém usado por Deus é se manter sendo alguém usado por Deus.

    Valeu moçada!

    eversonbarbosa

    outubro 20, 2008 at 5:59 pm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: