Everson Barbosa

Um jovem com propósitos

Archive for the ‘quadrangular’ Category

Adoração, comunhão, restauração, santificação e frutos…

with 5 comments

Você sabe o que é a COMMEQ?

Esse é o departamento da Igreja do Evangelho Quadrangular que tem o propósito de equipar a área de artes (música, teatro, dança e qualquer outra forma de expressão artistica) através de eventos especiais que cada coordenador regional ou líder de sua cidade possa promover com o objetivo de mais do que reunir “a galera do louvor da igreja” mas coscientizar que o foco da adoração só se encontra em Cristo.

Aqui em Lajeado a COMMEQ ocorre de 2 em 2 meses, tivemos apenas uma reunião, mas que já deu pra sentir um pouco daquilo que somos capazes de fazer quando deixamos divisões de lado e o Corpo de Cristo se une. O legal da Commeq é isso, pois reunimos pessoas de igrejas diferentes e inclusive “placas” diferentes para expressar adoração e devoção a Deus.

A última COMMEQ, foi justamente a primeira aqui em Lajeado, e por isso serviu como uma apresentação do departamento, e foi muito bom sentir os resultados nos meses que passaram, mostrando que essa não é apenas uma boa idéia para a igreja, mas sim algo que dá certo e gera resultados.

A COMMEQ tem cinco propósitos:

ADORAÇÃO: O propósito de nossa existência, a expressão máxima do nosso agradecimento a Deus pelo que Ele faz e pelo que Ele é. A adoração flui de dentro pra fora, é muito mais que música, é vivência.

COMUNHÃO: Não existe adoração sem comunhão. Unidade gera transformação, unidade gera avivamento, unidade gera revolução. A igreja precisa aprender a viver como Igreja e deixar os muros que nos separam de lado.

RESTAURAÇÃO: É como uma edificação, como construir algo e isso envolve não coisas grandiosas mas a nossa vida, se queremos ser reconhecido como adoradores em primeiro lugar precisamos nos deixar ser restaurados por Deus, dependendo da boa mão Dele na nossa vida.

SANTIDADE: Santidade não é uma máscara, uma forma de viver dentro da caixa chamada igreja, mas é aquilo que Deus de uma certa forma nos desafiou a sermos nesse mundo, integros de coração, sabendo renunciar aquilo que não agrada a Deus.

FRUTOS: Se o que fizermos não gerar frutos, de que adianta vivenciar momentos de louvor se isso não traz resultado pra nossa vida pessoal e para a vida das pessoas que nos rodeiam? Não podemos ser apenas árvores bonitas, que possam até dar sombra, mas não geram frutos.

Isso o que escrevi em cima foi um pouco do que passei para os jovens na última COMMEQ. Selecionei abaixo alguns vídeos da COMMEQ em Cachoeira do Sul, em Lajeado e alguns do Congresso da COMMEQ do ano passado!

E se você é de Lajeado ou região está convidádissimo para participar da COMMEQ da IEQ do bairro Santo André, qualquer dúvida mande um recado no orkut que eu respondo pra você!

=

Cachoeira do Sul – Com pulos de alegria (reaggae….detalhe que eu estou “cantando” auhauhauahu)

Cachoeira do Sul – Nova Criatura

Lajeado – Recebi um novo coração

Lajeado – Eu sou do meu amado

Lajeado – Marca da promessa

Congresso Commeq – Adhemar de Campos – O nome de Jesus

Anúncios

Written by eversonbarbosa

maio 29, 2008 at 12:01 am

Retiro de Jovens – 4 dias de Revolução

with 3 comments

Sexta-feira passada nesse horário eu já estava na expectativa pra como ia ser o retiro de jovens em Taquari – RS. Mas aqui mesmo no blog em um post passado, aprendi sobre o erro de criar expectativas sobre coisas que não estão no nosso controle, mas simplismente crer que a direção de Deus para esse retiro era muito maior do que o anterior, coisa que na minha cabeça parecia meio impossível.

É tanta coisa pra falar desse retiro que isso aqui se tornaria quase um diário dos 4 dias, mas como isso se torna maçante vou colocar em itens aquilo que realmente importou, aquelas coisa que preço nenhum paga:

– Desfrutar momentos divertidos com seus amigos da igreja: Sempre comento com o pessoal da igreja da importância de alicerçar amizades dentro do grupo, e o retiro é fundamental pra que isso aconteça, foi muito bom dar boas risada, ouvir histórias toscas, compartilhar experiências e aprender com outras, muito disso aconteceu tomando um bom de um chimarrão ou então sentado lá perto do campo de futebol. Em especial, fico muito feliz pela união que os guris de Lajeado estão deu pra se divertir muito com as histórias absurdas de cada um.

Sem contar que ficamos responsáveis pela rádio do Retiro, a galera revezou e viramos locutores nesses 4 dias, foi bem divertido acordar a galera cedo curtindo um reaggae da Bola de Neve ou um vaneirão do Opus Deis! Ecletismo musical acima de tudo.

Eu, moreno e meu irmão Jônatas
Direto de Piratas do Caribe, Lucas Capote
Galera do Futebol, não ganharam nenhum jogo, mas pelo menos tavam uniformizados
– Fazer novas amizades e cultivar as antigas: O legal de um retirocomo o de Taquari é que existiam cerca de 500 jovens envolvidos, era muita gente circulando, velhos amigos de congressos e um monte de gente nova que não conhecia mas que se aprende a gostar facilmente. Fiquei muito feliz em rever toda a galera de Santa Maria, deu pra matar a saudade daquele evento que tocamos lá no ano passado (lembram? cliquem aqui e aqui pra uma sessão vale a pena ver de novo), os doidos de Bom Retiro do Sul, a galera de Taquari que sempre nos recepciona muito bem, sem contar as novas amizades de cidades que estavam vindo pela primeira vez no retiro! Baum demais!
– Aproveitar momentos que vão ficar marcados na vida para sempre: Retiro a galera vai pra se divertir, confraternizar, fazer amizades como disse ali em cima, mas a razão desse momento separado é pra ter um encontro real com Deus, algo sobrenatural e um momento onde muitas respostas são reveladas. Isso envolve muita coisa e se torna algo tão intenso que queremos desfrutar de toda aquela presença de forma única. É impressionante a fome e sede que muitos jovens tem pela presença de Deus, isso se dá devido a um compromisso real com Ele. Nesse retiro destaco além dos momentos de ministração dos pastores, aqueles momentos em que viamos jovens indo orar de madrugada na tenda e que aconteciam através da vida deles grandes coisas, o grupo de jovens teve essa experiência quando foi interceder na tenda no último dia. E um abração pra uma galera que tocou muito minha vida, o grupo de intercessão de Taquari, os GOM – Galera que ora no mato (ou algo assim).
E como comentei no post anterior, esse foi o primeiro retiro em que nosso grupo de louvor tocou. Foi uma pequena participação, mas que pra mim já valeu bastante, pra percebermos que estamos em um bom caminho, foi bem divertido a galera agitou bastante e foi muito bom tocar junto com amigos que querem ser mais do que um grupo de igreja mas comprometidos com o reino.
Pr Marcos Garcia entre a galera – Grande homem de Deus que está revolucionando esse estado!
Hélen – Canta muuuuito!!!
Eu e meu brother Davi no baixo
Auri! Tocando trompete junto com a gente, o testemunho dele é muito forte de como Deus escolhe aqueles que o amam.
Hélen e Alexandra – “Eu sou do meu amado e Ele é meuuuu!”
Sim, eu tenho uma guitarra chamativa ^^
Isso é só um pouquinho daquilo que eu posso falar sobre o retiro, a novidade maior vou deixar pra outro post, até hoje fico impressionado com a pessoa que conheci lá, pra galera que acompanha o blog, ele tem contato com o pessoal da Sexx Church e do Projeto 242, pelo jeito minha ida a São Paulo está ficando mais perto.
Agora é hora de colocar tudo isso ai em cima em prática!
REVOLUTION NOW!!!!!!!!!!!!!!!

Written by eversonbarbosa

fevereiro 9, 2008 at 1:40 pm

Falta um mês para o Natal!

with 4 comments

Sim, sei que essa é uma data que pode levar a uma série de questionamentos quanto a real utilidade dela no mundo de hoje. Quem vai se lembrar de Cristo quando o que está em jogo são troca de presentes? Porque se comemorar no dia 25 de dezembro se é fato que não foi nessa data que Jesus nasceu?Afinal de onde surgiu o Papai Noel?

Mas há 2 anos que dou um valor maior ao natal. A igreja deve retomar e dar um maior sentido a ela, afinal é uma forma de lembrarmos que o verbo se fez carne e habitou entre nós(Jo 1:14)! Lembro que minha primeira experiência como líder dos Quadrangulantes, foi de organizar uma peça de natal e criar um mini-musical durante o culto de celebração. Foi muito divertido as épocas de ensaio, o aprendizado do pessoal, a disposição que a gente teve pra que tudo acontecesse da melhor maneira possível. No outro ano repetimos a dose com outro mini-musical, nessa época tocamos algumas versões bem legais como Joyful Joyful (Exultantes te adoramos, gravado no Passion Hymms), Noite Feliz e  tocamos até Away in a manger (aqui e aqui)na versão que o Third Day gravou, . Tenho ótimas recordações dos nossos ensaios (a difulcudade da gente decorar as letras, e também alguns probleminhas de ultima hora que fazem parte) e sei que serviu bastante pra consolidar o trabalho do grupo de tetro.

Mas um ano se passou eu já estou pensando no que fazer para esse natal. Mais uma vez  música venho na minha cabeça, estou pensando em fazer um coral com os jovens e cantar algumas versões e até algo mais ousado, criar algumas músicas já que é bem dificil de achar musicas natalinas que não exaltem o bom velhinho.

Por isso, durante um bom tempo o assunto Natal vai ser recorrente aqui nesse blog, comecei versão de  Come All Ye Faithful e pretendo depois que melhorar ela colocar um áudio de como ficou.

Se você que lê esse humilde blog conhece alguma boa versão que possa ser usada e cantada pelo grupo de jovens, pode ter certeza que estará fazendo uma boa ação.

Para entrar no clima, confira essa incrivel interpretação da música O Come Emmanuel em uma versão muito rock’nroll feita pela Lifechurch (wow..isso foi feito em uma igreja!)

Tá..a minha idéia é um pouco mais modesta, mas um dia a gente chega lá.

Written by eversonbarbosa

novembro 25, 2007 at 11:21 pm

Atos de fé

with one comment

“Pela fé os antigos obtiveram bom testemunho” Hb 11:2

Abel, Noé, Abraão, Sara, Moisés, e vários outros heróis da fé são citados no decorrer do capítulo 11 de Hebreus. E ao ler e estudar essa passagem me vem a pergunda: o que eles têm para estarem incluídos nessa “lista especial” de Deus?

A resposta que encontrei foi: fé que se converte em ação. Cada um desses personagens passou por situações diferentes em que sua fé foi provada, e eles só estão incluidos nessa lista porque a fé se demonstrou real.

Estou com bastante expectativa pra amanhã, como já comentei nos posts anteriores (aqui e aqui) vamos falar sobre fé de uma forma bastante ousada, em um parque de Lajeado vamos nos reunir e de uma forma bem descontraída aprender de Deus. O que isso pode custar? Muito. Já que estaremos em um lugar público e diferente de quando o grupo se reune estaremos acompanhados de olhares bastante diferentes. A primeira coisa que pensei em levar o trabalho que realizamos com os jovens pra praça foi o de chamar a atenção, agora como isso vai acontecer, e quem vai se sentir atraido pela nossa mensagem, isso eu deixo nas mãos de Deus, e pela fé eu visiono e gero ações que se convertam no propósito Dele.

E sei que não estou sozinho nessa, os jovens do grupo já estão entendendo o objetivo de tudo isso, fico muito feliz em ver o entusiasmo deles e a dedicação que eles tem demonstrado, pela fé já consigo ver uma galera que aos olhos humanos pode ser bem pequena se transformar em pessoas preferidas por Deus, verdadeiros heróis da fé.

Espero domingo já trazer alguns vídeos e comentários de como tudo aconteceu!

Written by eversonbarbosa

novembro 24, 2007 at 4:31 am

Fé que me faz ter esperança

leave a comment »

“Acreditar no sobrenatural não é simplesmente crer que depois de uma vida bem-sucedida, razoavelmente virtuosa neste mundo material a pessoa continuará a existir no melhor substituto possível para este mundo. Nem é acreditar que depois de ter uma vida carente e atrofiada a pessoa será recompensada por todas as coisas que não teve. Crer no sobrenatural é acreditar que ele é a maior das realidades, aqui e agora.
…Tomo como certo que a revelação cristã é a única completa e que esta totalidade reside no fato essencial da Encarnação, em relação a qual toda revelação cristã deve ser entendida. A divisão entre os que aceitam e os que negam a revelação cristã é, para mim, a separação mais profunda entre os seres humanos.” 

T.S Eliot, importante escritor americano do começo do século XX

 Ainda continuo pensando e comprendendo sobre o significado da fé. A citação acima retirei do livro Perguntas que precisam de respostas do Philip Yancey, e li hoje ao voltar da faculdade, no capitulo em que ela se encontra o autor fala sobre a vida e parte do poeta T.S Eliot um dos mais importantes escritores da literatura americana, e sobre como a fé influenciou sua obra.

 Como a maioria dos livros do Yancey, eu fecho as páginas e começo a pensar e buscar outras idéias e indagações sobre o que acabei de ler, com essa passagem não foi diferente.

Entender a fé é algo muito profundo. Vivê-la mais ainda.

 Encontro em Deus mais do que um amontoado de regras, mas um relacionamento perfeito e real, isso é fé para mim.

Esses últimos meses tenho buscado viver diferente, tenho me dedicado mais a leitura  e a reflexão na Bíblia (A fé vem pelo ouvir, e ouvir a palavra de Deus – Rm 10:17), a oração (outro livro fantástico do Philip Yancey tem me influenciado e me ajudado, logo falo sobre ele aqui no blog), a deixar de ser um simples musico mas um adorador buscando referencias criativas para a forma de expressão do meu louvor (por isso entende-se muita música boa), sem contar que comecei o curso do ITQ (Instituto Teologico Quadrangular) e o mais loco de tudo que tenho feito isso em uma época da minha vida que tenho pouco tempo, já que estou trabalhando (cada vez mais feliz e grato!) e a faculdade tá puxada e creio que isso está fazendo o diferencial nesses momentos devocionais que tenho estado na companhia de Deus.

Além disso, minha fé tem sido moldada e alicerçada na medida que convivo com outras pessoas ( crentes e não crentes), busco aprendizado na leitura, lidero o grupo de jovens, leio blogs, etc.. etc… etc…

Viver a fé. Viver por fé.  Essa tem sido a prioridade da minha vida, e sei que falta muito ainda, porque várias vezes como os discípulos tenho que falar Aumenta minha fé! E a cada dia Ele tem me ouvido e me feito grato pelos rumos que minha vida tem tomado.

 Por isso, faço o convite para você viver um relacionamento mais pessoal com Deus todos os dias e momentos da sua vida, algo mais profundo, novo e real.

 

No mundo em que todos são fugitivos, quem vai na direção contrária é que parece estar fugindo. 

T.S ELIOT

 JESUS CULTURE – ALL I NEED IS YOU

Written by eversonbarbosa

novembro 23, 2007 at 2:17 am

Mais pontos

with 3 comments

  • Ainda sem net em casa. O jeito é blogar da igreja ou da faculdade (como agora). E pra piorar meu pc pifou de vez, a lata velha começou a dar um zumbido e não liga mais. Agora onde eu vo achar formatação por 30 pila aqui em Lajeado?
  • No post anterior falei sobre uma entrevista de emprego que fiz na minha primeira semana na nova cidade. A boa notícia é que passei! Já estou estagiando em uma ótima agência de publicidade: Attitude. Estou muito feliz (ix..ta parecendo diário virtual) porque nunca imaginava que ia conseguir algo tão cedo, e em um lugar ótimo com pessoas profissionais, um ótimo ambiente de trabalho e jobs muito interessantes. Há coisas que Deus nos reserva no momento certo, lembro quantas vezes orei para estar em um lugar como esse. Valeu muito a pena a espera!
  • Sobre a church, tenho duas notícias, a boa é que o trabalho com jovens começou, foi um momento pra conhecer o pessoal e conversarmos um pouco sobre o que é o grupo de jovens, apontei características que fazem um grupo frutificar e o que faz um grupo perder o sentido, logo posto aqui, além disso nossa equipe de louvor tá começando a tomar forma, estamos sendo presenteados com pessoas talentoas e dedicadas pra fazer algo muito especial nessa área. A outra notícia não é tão boa, mas está tudo sobre o controle, a cidade onde estamos passou por uma grande enchente, (clique aqui para entender melhor, está quase na hora de pegar ônibus), e vários pensamentos venho na minha cabeça durante esse momento. Um deles foi: porque Deus não protegeu a igreja e criou uma “bolha impenetrável de água”? A resposta para mim, é que Ele está no controle e não eu estou controlando Ele. Nesse momento vi o quanto a cooperação entre todos que nos ajudaram foi importante e serviu pra criar laços muito fortes de confiança, até mesmo com as pessoas do bairro que não tinham nada a ver com a igreja estavam nos dando uma mão. Ao fim quando tudo já estava “arrumado” e somente nós estavamos lá dentro sentimos uma presença tão grande enquanto óravamos. Enfim, foi um aprendizado muito grande esse fim de semana.
  • Ainda sobre a church, logo vou falar para vocês a estratégia de trabalho com jovens aqui da cidade! Vai ser Freak!!!!
  • A blogosfera cristã continua fervilhando!  Como agora está mais  difícil acompanhar separei alguns links que me chamaram a atenção e vale a pena você acessar: Mensagem do Filhos do Homem, Você pode mudar o mundo, Clipe do Mutemath, Prioridades (ainda vou responder) e pra finalizar o criativo Davi segundo Tarantino .
  • E claroooo!!! O Quadrangulante continua a mil, passem por lá..

Vo indo senão o ônibus me deixa! Continuem orando e escrevendo..

Written by eversonbarbosa

setembro 28, 2007 at 1:00 am

Um eterno Quadrangulante (1)

with 5 comments

No começo do ano passado tomei uma decisão que mudou minha vida, aceitei ser líder de jovens da minha igreja, tendo apenas 18 anos e com pouca experiência nessa área, sendo apenas integrante da equipe de louvor, as minhas pernas tremeram já que estava vendo ali uma grande responsabilidade nas minhas mãos. Nesses poucos dois anos aprendi o que valeu por muitos anos de experiência e sinto uma enorme gratidão a Deus por tudo que ele me preporcionou. Mas infelizmente chegou a hora de dizer tchau.

Nesse post falei sobre minha mudança de cidade, estarei indo semana que vem para Lajeado ajudar meu pai em um grande desafio, o maior que já enfretamos no ministério. Devido a tudo isso essas últimas semanas tem sido muito diferentes (para não dizer estranhas) um verdadeiro filme passa na minha cabeça de tudo que passei aqui em Cachoeira do Sul, da nossa chegada doze anos atrás até os últimos momentos com a igreja.

Peço que ao lembrarem de mim, orem e intercedam por minha família, pela igreja Quadrangular em Lajeado e pela igreja em Cachoeira do Sul.

Se você já passou por alguma experiencia parecida ou mudou de cidade de forma repentina coloque nos comentários como foi esse momento.

Written by eversonbarbosa

setembro 4, 2007 at 4:09 am